domingo, 24 de junho de 2012

Sociologia 3° ano


O Estado


Quando uma pessoa tem seu imposto de renda retido na fonte- ou quando compra determinado produto (alimentos, roupas, calçados) -, está sendo tributada, isto é, está pagando impostos ao Estado. Os tributos representam o recolhimento de recursos financeiros provenientes de pessoas físicas (indivíduos) e pessoas jurídicas (empresas) pelo Estado. Esses recursos servem para que o Estado matenha sua máquina administrativa (funcionários, deputados, senadores, etc.), faça investimentos de infraestrutura (saneamento básico) e preste os serviços sociais básicos a população (escolas...). O recolhimento de tributos só é possível porque os integrantes da sociedade reconhecem que o Estado tem esse direito e porque o Estado detém um forte poder de coerção. Esse poder permite ao governo (que é uma das instâncias do Estado) recorrer a várias formas de pressão (multas, processos judiciais, prisão, etc.) para fazer valer seu direito de cobrar impostos.

O monopólio da força legítima: Segundo o sociólogo Max Weber, o Estado é a instituição social que dispõe  do monopólio do emprego da força legítima sobre um determinado território. A expressão ‘força legítima’ pressupõe que o Estado tem o direito de recorrer à força sempre que isso seja necessário, e que esse direito é reconhecido pela sociedade sobre a qual esse Estado exerce seu poder. É diferente, por exemplo, da violência utilizada por malfeitores, considerada ilegítima. Nas democracias modernas, a lei confere ao Estado o direito de recorrer a várias formas de pressão, inclusive a violência, para que suas decisões sejam obedecidas. Esse direito é geralmente executado por oficiais de justiça e policiais em cumprimento de ordens judiciais determinadas pelos detentores do poder Judiciário, um dos poderes do Estado.

O poder do Estado: Segundo ainda Max Weber, o termo poder, em sentido amplo, designa “a probabilidade de impor a própria vontade dentro de uma relação social, mesmo contra toda resistência”. Poder significa, assim, a probabilidade de alguém se fazer obedecer por outra pessoa. Ter poder é conseguir impor a própria vontade sobre a vontade de outros indivíduos.
Nas democracias representativas, o poder do Estado tem por base uma Constituição livremente elaborada e aprovada por uma assembléia de pessoas eleitas com essa finalidade, a Assembleia Constituinte. O Estado assim organizado é chamado de Estado de direito, pois nele ninguém está acima da lei. O poder nesse tipo de Estado não está centralizado nas mãos de um único governante, nem mesmo de um só conjunto de instituições. Na verdade, ele se distribui entre conjuntos, que integram a instituição maior do Estado. São eles, os poderes executivo (governo, administração pública, forças armadas), Legislativo (Congresso nacional, Assembleias Legislativas e câmaras de Vereadores); e Judiciário (órgãos da justiça).
Em virtude de seu monopólio da força legítima, o Estado detém o poder supremo na sociedade. Ele reserva para si o direito de impor e de obrigar aqueles que discordam de suas decisões a cumprirem a lei. Qualquer outro uso da força ou coerção, por bandos criminosos, soldados amotinados, grupos rebeldes – é ilegítimo e coibido pelo Estado. Quando o Estado não consegue eliminar tais focos de violência e desrespeito à lei, perde sua característica principal, a de fazer cumprir a lei e, a longo prazo, corre o risco de deixar de existir. Isso ocorre, sobretudo quando ele não consegue debelar uma revolução ou uma insurreição, ou quando não pode impedir que certas áreas de seu território fiquem à mercê de bandidos, como acontece hoje nas favelas do Rio de Janeiro.

Alguns componentes do Estado: O Estado é essencialmente um agente de controle social, tem poder para regular as relações entre todos os membros da sociedade. Os três componentes mais importantes do Estado são:
Território: constitui sua base física, sobre a qual ele exerce sua jurisdição;
População: é composta pelos habitantes do território que forma a base física e geográfica do Estado;
Instituições políticas – Entre estas sobressaem os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário; o núcleo do poder do Estado, contudo, está nas mãos do governo – grupo de pessoas colocadas à frente dos órgãos administrativos e que exercem temporáriamente o poder público em nome da sociedade.
Estado e nação: Embora sejam às vezes utilizados como sinônimos, existem grandes diferenças entre os conceitos de Estado e de nação. A nação é o conjunto de pessoas ligadas entre si por laços permanentes de idioma, tradições, costumes e valores; é anterior ao Estado, podendo existir sem ele. Já um Estado pode copreender várias nações, como é o caso do Reino Unido (ou Grã-Bretanha, formada pela Escócia, Irlanda do Norte, País de Gales e Inglaterra). Por outro lado, como vimos, podem existir nações sem Estado, como acontecia com os judeus antes da criação do Estado de Israel, e ainda ocorre hoje com os palestinos, os curdos e ciganos.

Responda no Blog.
 1. Quais é a principal característica definidora do Estado?
2. Explique as diferenças entre Estado e nação.
3. Explique os componentes mais importantes do Estado e qual sua importância para a sociedade.

33 comentários:

  1. 1. Um modelo de Estado com poder centralizado(legislativo, judiciário, executivo) que se opõe a fragmentação política do período medieval.
    2. Estado: espaço territorial representado por um governo
    Nação : conjunto de indivíduos de mesma cultura que ocupa ou não um determinado espaço territorial(pais)
    3. Território: espaço geográfico ocupado pela população;
    População: são os habitantes, a sociedade;
    Instituições políticas : eram os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário;
    A sociedade era a população a qual morava nesse território e era governada por essas instituições políticas.

    ResponderExcluir
  2. 1) O estado detém um forte poder de coerção,pode recorrer de qualquer maneira para impor sua maioridade.Tem como parte das suas características a dominação e organização política da sociedade,delimitação territorial jurídica e administrativa.
    2)Estado é toda nação politicamente organizada,é dirigido por um governo próprio.Nação esta associado a valores de tradição,cultura nação constitui todo o grupo assim ligado por estes laços.
    3)território – É todo espaço geográfico que o estado tem dominação.Sua importância é que pessoas podem circular livremente por essa área.
    População – É a quantidade de habitantes dentro do território ou espaço geográfico,serve para colonização do território,criando novas áreas habitáveis.
    Instituições políticas – dividi-se em três sendo elas executivo,legislativo e judiciário.Executivo é o poder que o estado nos moldes da constituição de um país com autoridade de administrar os interesses públicos e governar.Legislativo é o poder do estado a qual segundo o principio da separação dos poderes é atribuída a função legislativa,o objetivo é elaborar normas de direito de abrangência geral e pó final o judiciário que tem como princípios garantir e defender os direitos individuais fazendo isso com justiça e resolver conflitos gerados na sociedade
    Gabriel Gambini n° 10

    ResponderExcluir
  3. 1) O poder

    2)A nação é o conjunto de pessoas ligadas entre si por laços permanentes de idioma, tradições, costumes e valores; é anterior ao Estado, podendo existir sem ele. Já um Estado pode copreender várias nações, como é o caso do Reino Unido ou Grã-Bretanha.

    3)Território: constitui sua base física, sobre a qual ele exerce sua jurisdição;
    População: é composta pelos habitantes do território que forma a base física e geográfica do Estado;
    Instituições políticas – Entre estas sobressaem os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário; o núcleo do poder do Estado, contudo, está nas mãos do governo.
    O território e a população servem para termos uma sociedade e onde vivermos; já as instituições políticas servem para ter o controle e organização da sociedade(apesar de tudo).


    Caio Felipe P. Pessôa nº5

    ResponderExcluir
  4. 1- O Estado é "a instituição social que dispõe do monopólio do emprego da força legítima sobre um determinado território", segundo Weber, sendo que esse poder é reconhecido pelo individuo, que tem noção e assim obrigação de obedecer as leis, à margem, do nao cumprimento, sendo necessaria a utilização desse poder por parte do Estado, seja por violência ou mandato ou aviso.

    2- A nação ela pode existir sem mesmo tem um espaço territorial bem definido (sem ser um Estado), sendo por idiomas, tradições, culturas, um exemplo é os ciganos que nao tem um espaço territorial bem definido, porem eles vivem juntos com identidades culturais iguais. Já o Estado pode compreender varias nações, como o Reino Unido, sendo oposto ao conceito de nação.

    3- Sao divididas em 3, sendo que uma controla a outra sem uma sobreposição.
    *Poder Executivo: administrar a coisa pública (república)
    *Poder Legislativo: legislar e fiscalizar; administrar (organização interna) e julgar
    *Poder Judiciário: julgar, aplicando a lei a um caso concreto que lhe é posto, resultante de um conflito de interesses.

    ResponderExcluir
  5. 1- É o controle social
    2- Nação é o conjunto de pessoas ligadas entre si podendo ser por idiomas, costumes ou valores, já o Estado abrange várias nações

    3- Território: constitui sua base física, sobre a qual ele exerce sua jurisdição;

    População: é composta pelos habitantes do território que forma a base física e geográfica do Estado;

    Instituições políticas – Entre estas sobressaem os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário; o núcleo do poder do Estado, contudo, está nas mãos do governo

    Roberto Moreira nº 31

    ResponderExcluir
  6. 1.Estado é toda nação politicamente organizada. É o organismo administrativo, dirigido por um governo próprioe é internacionalmente reconhecido.
    A idéia de nação está associada a valores e tradiçoes históricos de um povo, mas em síntese nação pode se conceituada como uma forma particular de agrupamento humanoque apresenta valores e realidades históricas comuns, juntamente com seu território.

    O termo Estado designa toda estrutura político-territorial de um determinado grupo de pessoas que se relacionam por laços de cultura,costumes,língua,religião predominante,sistema de leis,etc...
    A nação constitui todo o grupo assim ligado por estes laços,
    constituindo a soberania e sobretudo a pátria de um Estado

    Aluna: Maria Fernanda Ricieri Ferraz n:24

    ResponderExcluir
  7. 1-Estado é tudo que é público, então, o estado engloba a cultura, economia alem de muitas outras coisas.
    2-Estado é toda nação politicamente organizada. É o organismo administrativo, dirigido por um governo próprioe é internacionalmente reconhecido.
    A idéia de nação está associada a valores e tradiçoes históricos de um povo.
    3-São eles, os poderes executivo (governo, administração pública, forças armadas), Legislativo (Congresso nacional, Assembleias Legislativas e câmaras de Vereadores); e Judiciário (órgãos da justiça).O poder nesse tipo de Estado não está centralizado nas mãos de um único governante, nem mesmo de um só conjunto de instituições.
    Sua importância para a sociedade é defender os direitos da camada popular e executa-los de maneira correta.

    ResponderExcluir
  8. 1)Entendemos o Estado como estrutura de dominação e organização política da
    sociedade com os seguintes elementos constitutivos: delimitação territorial, ordem
    jurídica e administrativa à qual todos que nele se encontram devem se submeter,
    monopólio da violência legítima e da arrecadação de impostos. Caracteriza-se também
    pela representatividade, tanto em termos de instituições jurídico-políticas como por sua
    rede simbólica.

    Aluna: Maria Fernanda Ricieri Ferraz n:24

    ResponderExcluir
  9. 3) Territorio: é onde o Estado exerce sua função jurídica.
    População: pessoas que habitam o território.
    Instituiçoes politicas: onde um grupo de pessoas governam em prol da sociedade por um determinado tempo. É dividido em três principais partes: Legislativo, Executivo e Judiciário.
    A sociedade precisa de um Estado que represente-a politicamente. Precisa existir ordem, limites para uma boa convivência do povo. O Estado organiza pensamentos e ações. Sua importância é para o bem estar social de todos, quando exercido de maneira correta.

    Aluna: Maria Fernanda Ricieri Ferraz. n:24

    ResponderExcluir
  10. 1-)O Estado é uma estrutura de dominação e organização política da
    sociedade,caracteriza-se também
    pela representatividade.
    2-) Há grandes diferenças entre os conceitos de Estado e nação. A nação é o conjunto de pessoas ligadas entre si por idioma,tradições,costumes e valores; O Estado pode compreender varias nações.
    3-)Há três componentes importantes do Estado, que são: Territorio (base fisica), População(habitantes), e Instituiçoes politicas(poderes executivo,legislativo e judiciario).O Estado é um agente de controle social e tem poder para regular as relações entre todos os membros da sociedade.

    ResponderExcluir
  11. 1.O Estado é o agente de controle social ou seja ele tem o poder de regular as relações entre todos os membros da sociedade,na qual transferem sua liberdade para as màos de um grupo de governantes que formam o estado.
    2.Estado é toda nação politicamente organizada. É o organismo administrativo dirigido por um governo próprio.
    E nação sao os valores e tradiçoes históricos de um povo, resumidamente nação e um grupo de individuos que apresentam valores e realidades históricas em comum.
    3.o territorio e o lugar onde o estado exerce seu poder ou governo.a populacao:sao aqueles na qual elegem os representantes,e aquela que o estado deve trabalhar para melhorar a qualidade de vida..seja economica,educacional..etc.as instituicoes politicas sao o poder executico,legislativo e judiciario...que em conjunto governam o estado,assegurando a este melhorias e que nao adentre em uma crise.

    ResponderExcluir
  12. 1- Essa pergunta pode ser de múltiplas respostas, uma vez que seu conteúdo subjetivo pode ser olhado por diferentes sociólogos que por sua vez, teriam diferentes tipos de opiniões, porém para mim, e creio que para toda a humanidade que desprendeu das raízes passadas, ou pelo menos deixou crescer o tronco, a característica que evidencia a importância do Estado é o direito e dever de exercer o poder em seu território, mantendo desta forma, a população submetida aos parâmetros elaborados pelo Estado.
    2- O Estado é o conjunto de leis que define os direitos e deveres, ou melhor dizendo, o Estado é quem exerce o poder em determinada região, enquanto a nação é um aglomerado de características iguais de um grupo de pessoas, como o idioma, a religião, por fim, a cultura em si. O Estado pode compreender diversas nações, porém existe a possibilidade de se formar nações sem mesmo existir um Estado.
    3- Um assunto de ampla discussão é exatamente quais são os primordiais, ou melhor, os essenciais componentes de um Estado, porém vemos claramente segundo vários sociólogos renomados o Estado é subdivido em três primícias, se assim podemos dizer, e são elas:
    a) Território: é um espaço físico onde o Estado exerce seu poder;
    b) Instituições políticas: No caso de uma democracia representativa, é dividido em Executivo, responsável pela execução das leis, Legislativo, tem o poder de criar as leis e modifica-las e o Judiciário, determinado pelo amplo poder que possui em julgar as pessoas através das leis elaboradas.
    c) População: Aglomerado de pessoas que estão em um espaço físico, submetidas pelas instituições políticas do Estado.


    Bruno Stelmastchuk Roque

    ResponderExcluir
  13. 1-Instituição orgazinada, afim de controle aos bens públicos.

    2-Nação vem a ser o conjunto de pessoas, que na maioria das vezes determinada por seu país. Elas tem direito de fazer quase tudo, nao podendo fazer tudo por causa do estado, na onda há leis, por exemplo. Com isso nação é o conjunto das pessoas em um país e estado é o poder que tem o controle, não total, sobre elas.

    3-Território: Difilmente nos dias atuais irá mudar algo em relação a sua expanção geográfica, o pais provalmente permanecerá com seu tamanho para sempre

    População:Formada por todos habitantes. Tem o poder de voto para escolher o seu poder que controlará o seu ''território''.

    Instituições políticas: São três partes, Executivo, Legislativo e Judiciário, são quem determinam leis, controlam os gastos do país, entre outras muitas coisas.

    ResponderExcluir
  14. Esse agente ,o Estado, deve ser capaz de insistir que todos os conflitos entre os habitantes de um dado território sejam trazidos a ele para que tome a decisão suprema ou para que dê sua análise final. Em particular, deve ser capaz de insistir que todos os conflitos envolvendo ele próprio sejam decididos por ele ou por seu agente. E implícito no poder que esse agente tem de proibir todos os outros de agirem como juiz supremo está, como a segunda característica definidora de um estado, o poder de tributar: para determinar unilateralmente o preço que aqueles que recorrem à justiça devem pagar por seus serviços.

    O termo Estado designa toda estrutura político-territorial de um determinado grupo de pessoas que se relacionam por laços de cultura,costumes,língua,religião predominante,sistema de leis,etc...
    A nação constitui todo o grupo assim ligado por estes laços,
    constituindo a soberania e sobretudo a pátria de um Estado.

    A nação é o conjunto de pessoas ligadas entre si por laços permanentes de idioma, tradições, costumes e valores; é anterior ao Estado, podendo existir sem ele. Já um Estado pode compreender várias nações.

    Lucas Ferreira Concato n°20

    ResponderExcluir
  15. Aluna: Daniely Camargo, nº 08.


    1- O Estado tem como principal característica o fato do poder ser centralizado nas mãos de uma autoridade, que pode ser uma pessoa ou uma instituição. Opõe-se a fragmentação politica do período medieval.

    2- Estado: espaço territorial que é representado por um governo. Um Estado pode compreender varias nações.

    Nação: é constituída por um conjunto de indivíduos de mesma cultura, laços de idioma, tradições, costumes, valores, crenças, historia em comum, que ocupa ou não um determinado espaço territorial, um país. Pode existir sem o Estado.

    3- Território: é sua parte física, sobre a qual ele exerce sua jurisdição, impõe suas leis. É desse território que sai o sustento da população. É sobre seus limites que o Estado detém um forte poder de coerção, podendo assim cobrar impostos, estabelecer o sistema de pesos e medidas, cunhagem de moedas, o controle do exército, etc.

    População: seria a parte composta pelos habitantes do território, ou seja, do espaço geográfico ocupado pelo Estado.

    Instituições políticas: das quais se destacam o poder Executivo, Legislativo e Judiciário. Seria o centro do poder do Estado, poder este concentrado nas mãos do governo, ou seja, das pessoas que estão à frente dos órgãos administrativos, exercendo assim o poder, mesmo que temporário. É importante para manter a ordem no Estado, impedindo assim que um poder sobressaia ao outro. De acordo com a Constituição, essas instituições tem o direito de impor e de obrigar aqueles que discordam de suas decisões de cumprirem a lei.

    ResponderExcluir
  16. 1-Um Estado precisa de pessoas para pagarem tributos financeiros a ele; precisa de uma área geografica, demarcando seu territorio; e precisa ter um lider para governanr e colocar ordem.

    2- A nação é o conjunto de pessoas ligadas entre si por laços permanentes de idioma, tradições, costumes e valores; é anterior ao Estado, podendo existir sem ele. Já um Estado pode copreender várias nações, como é o caso do Reino Unido (ou Grã-Bretanha, formada pela Escócia, Irlanda do Norte, País de Gales e Inglaterra). Por outro lado, como vimos, podem existir nações sem Estado, como acontecia com os judeus antes da criação do Estado de Israel, e ainda ocorre hoje com os palestinos, os curdos e ciganos.

    3- Território: demarca sua localizaçao geografica, para poder exercer sua jurisdição.
    População: Composta por habitantes, que forma a parte fisica e geografica de um Estado.
    Instituições Políticas: sobressaem os poderes executivo, legislativo e judiciario;está nas mãos do governo.

    ADAUTO MAZINI. Nº 1

    ResponderExcluir
  17. 1- ESTADO: é uma comunidade organizada politicamente, ocupando um território definido, normalmente sob Constituição) e dirigida por um governo; também possuindo soberania reconhecida internamente e por outros países.
    2- NAÇÃO:Conjunto dos indivíduos, geralmente da mesma raça, que habitam o mesmo território, falam a mesma língua, têm os mesmos costumes e obedecem à mesma lei (sentido restrito).
    3-Executivo, Legislativo e Judiciário. Promoção do bem comum, ou seja, o bem estar dos seus cidadãos em todas as suas necessidades coletivas, sem prejuízo das necessidades individuais.

    ResponderExcluir
  18. 1)Penso que a principal caracteristica que defina o Estado, é o poder que ele tem e que exerce sobre a população para que haja ordem,o cumprimento das leis e a garantia de necessidades básicas ao individuo.
    2)A nação é o conjunto de pessoas ligadas entre si por laços permanentes de idioma, tradições, costumes e valores.Podendo existir sem o Estado.Alem de ser tambem um conjunto de individuos de mesma cultura que ocupa ou não um determinado espaço territorial.Já o Estado é um espaço territorial representado por um governo,ou seja,pode copreender várias nações, como é o caso do Reino Unido (ou Grã-Bretanha, formada pela Escócia, Irlanda do Norte, País de Gales e Inglaterra).E pode ocorrer nações sem Estado como no caso dos judeus antes da criação do Estado de Israel.
    3)O Território onde é o espaço físico, no qual o Estado vai agir,sendo assim de grande importânicia pois é o local onde vai ocorrer a jurisdição;a População no qual é quem habita o territorio e quem dá o poder ao Estado,sobre quem o Estado exercerá seu poder;Instituições Políticas que são o governo em si,onde um grupo de pessoas temporariamente exercerá o poder público em nome da sociedade e por fim o Estado em si e a nação onde a nação é um grupo ligado permanentemente por uma cultura e o Estado o detentor do poder que colocará ordem em uma sociedade.
    Aluna:Carolina Yamashita de Mello n07

    ResponderExcluir
  19. 1 -) Estado designa o conjunto das instituições, governo, forças armadas, funcionalismo público, que controlam e administram uma nação, país soberano, com estrutura própria e politicamente organizado. O Estado também é responsável pela organização e pelo controle social.

    2 -) A nação é o conjunto de pessoas ligadas entre si por laços permanentes de idioma, tradições, costumes e valores; é anterior ao Estado, podendo existir sem ele. Estado é a instituição social que dispõe do monopólio do emprego da força legítima sobre um determinado território. A expressão ‘força legítima’ pressupõe que o Estado tem o direito de recorrer à força sempre que isso seja necessário, e que esse direito é reconhecido pela sociedade sobre a qual esse Estado exerce seu poder.

    3-) Os elementos que caracterizam o Estado são a população que entende-se pela reunião de indivíduos num determinado local, submetidos a um poder central. O Estado vai controlar essas pessoas, visando, através do Direito, o bem comum. A população pode ser classificada como nação, quando os indivíduos que habitam o mesmo território possuem como elementos comuns a cultura, língua, a religião e sentem que há, entre eles, uma identidade; ou como povo, quando há reunião de indivíduos num território e que apesar de se submeterem ao poder de um Estado, possuem nacionalidades, cultura, etnias e religiões diferentes. Território que é o espaço geográfico onde reside determinada população. É limite de atuação dos poderes do Estado. Vale dizer que não poderá haver dois Estados exercendo seu poder num único território, e os indivíduos que se encontram num determinado território estão obrigados a se submeterem. Soberania, ou, exercício do poder do Estado, internamente e externamente. O Estado, dessa forma, deverá ter ampla liberdade para controlar seus recursos, decidir os rumos políticos, econômicos e sociais internamente e não depender de nenhum outro Estado ou órgão internacional. A essa autodeterminação do Estado dá-se o nome de soberania.

    Aluno: Gabriel Bonotto Piratelo n• 09

    ResponderExcluir
  20. 1 -) Estado designa o conjunto das instituições, governo, forças armadas, funcionalismo público, que controlam e administram uma nação, país soberano, com estrutura própria e politicamente organizado. O Estado também é responsável pela organização e pelo controle social.

    2 -) A nação é o conjunto de pessoas ligadas entre si por laços permanentes de idioma, tradições, costumes e valores; é anterior ao Estado, podendo existir sem ele. Estado é a instituição social que dispõe do monopólio do emprego da força legítima sobre um determinado território. A expressão ‘força legítima’ pressupõe que o Estado tem o direito de recorrer à força sempre que isso seja necessário, e que esse direito é reconhecido pela sociedade sobre a qual esse Estado exerce seu poder.

    3-) Os elementos que caracterizam o Estado são a população que entende-se pela reunião de indivíduos num determinado local, submetidos a um poder central. O Estado vai controlar essas pessoas, visando, através do Direito, o bem comum. A população pode ser classificada como nação, quando os indivíduos que habitam o mesmo território possuem como elementos comuns a cultura, língua, a religião e sentem que há, entre eles, uma identidade; ou como povo, quando há reunião de indivíduos num território e que apesar de se submeterem ao poder de um Estado, possuem nacionalidades, cultura, etnias e religiões diferentes. Território que é o espaço geográfico onde reside determinada população. É limite de atuação dos poderes do Estado. Vale dizer que não poderá haver dois Estados exercendo seu poder num único território, e os indivíduos que se encontram num determinado território estão obrigados a se submeterem. Soberania, ou, exercício do poder do Estado, internamente e externamente. O Estado, dessa forma, deverá ter ampla liberdade para controlar seus recursos, decidir os rumos políticos, econômicos e sociais internamente e não depender de nenhum outro Estado ou órgão internacional. A essa autodeterminação do Estado dá-se o nome de soberania.

    Aluno: Gabriel Bonotto Piratelo nº 09

    ResponderExcluir
  21. 1- Estado é tudo que é público, tudo que é do povo, então, o estado engloba a cultura, alem de muitas outras coisas. O Estado cobra impostos para manter sua máquina administrativa e isso só é possivel porque o povo reconhece que o Estado possui esse direito.

    2- Estado é toda nação politicamente organizada. É o organismo administrativo, dirigido por um governo próprio.Ja nação está associada a valores e tradiçoes históricos de um povo, mas em síntese nação pode se conceituada como uma forma particular de agrupamento humano que apresenta valores e realidades históricas comuns, juntamente com seu território.

    3- Território: é a base física ou geográfica de um determinado Estado.O territorio é importante, pois sem ele a população não teria onde viver.
    População: é composta pelos habitantes do território que forma a base física e geográfica do Estado. Sem uma população nao existe Estado.
    Estado e nação: Estado é toda nação politicamente organizada. É o organismo administrativo, dirigido por um governo próprio.Ja nação está associada a valores e tradiçoes históricos de um povo, mas em síntese nação pode se conceituada como uma forma particular de agrupamento humano que apresenta valores e realidades históricas comuns, juntamente com seu território. Sem uma nação, não haveria uma cultura, por isso é importante.
    Instituições políticas: Grupo de pessoas colocadas à frente dos órgãos administrativos e que exercem temporáriamente o poder público em nome da sociedade. Regras Eleitorais e tudo que esta relacionado a atividade política, que uma vez reconhecido como legitimo e corriqueiro, se torna institucionalizada, logo, sem elas as leis não seriam importantes e não se teria um governo bem organizado.

    Giovanna Sottile n12

    ResponderExcluir
  22. 1.Qual é a principal característica definidora do Estado?
    O Estado possui o direito de impor e de obrigar aqueles que discordam de suas decisões a cumprirem a lei, ou seja, usar de todos os métodos e artifícios para fazer com que a lei seja cumprida.

    2.Explique as diferenças entre Estado e nação.
    Nação pode ser definida como sendo o laço permanente da cultura entre as pessoas, como por exemplo: seus costumes, idioma, valores, e também suas tradições, assim uma “nação” pode existir sem que haja um Estado.
    O Estado pode abranger diversas nações, como é o caso do Reino Unido, onde é composto pelos países da Inglaterra, Escócia, Irlanda e Gales, porém não podendo existir sem o conceito de uma nação.

    3.Explique os componentes mais importantes do Estado e qual sua importância para a sociedade.
    Território: a região geográfica a qual o Estado exerce seu poder
    População: são os habitantes que compõem todo o território, delimitanto também suas áreas físicas e geográficas
    Instituições políticas: dividido em três poderes o Executivo, Legislativo e o Judiciário, onde separa o poder exercido, esses poderes se encontram sobre o controle de órgãos administrativos representando toda a sociedade exercendo esse papel.

    Vanessa Ribeiro. nº35 3ºMA

    ResponderExcluir
  23. 1- A caracterisitca fundamental é poder exercido sobre o território
    2- - Estado é um conjunto de poderes administrativo, e político da nação, e está ligado a cultura, costumes, línguas, religião, leis. É uma nação politicamente organizada.
    Já a nação pode se dizer que é habitada em um estado, ou seja, ela constitui todo o grupo ligado por esses laços, apresenta valores e realidades históricas em comum, é sobretudo a pátria de um Estado.
    3- Territorio, povo, soberania, finalidade. Já, para governar e controlar, é preciso do povo para poder haver isso, e haver a cobrança do estado sobre eles, e território porque o estado e controlado em um determinado local, soberania pois é uma das características do estado, não dependendo do povo para se manter no controle de tudo e todos.

    ResponderExcluir
  24. 1) O poder que ele exerce sobre um território e administração.

    2) O Estado pode compreender varias nações, é uma nação politicamente organizada e designa toda estrutura politico-territorial de um determinado grupo de pessoas que relacionam por culturas, costumes, língua, religião, etc. Estado mantem uma maquina administrativa, possuindo o poder. Nada mais é do que um agente de controle social com componentes importantes como: território, instituições politicas e nação.
    Uma nação é um agrupamento humanos, ligados a laços como da cultura, língua, etc. A nação forma a soberania e sobretudo a pátria do Estado, podendo existir sem Ele.

    3) O território é um componente importante, constitui sua base física, sobre a qual o Estado exerce sua jurisdição.
    A nação, pois sem ela não há Estado.
    O Estado também exerce funções importante para a sociedade, como segurança, ajuda na economia, saúde, educação que são obrigações que cabe à ele em prol a sociedade

    ResponderExcluir
  25. Aluno: Matheus Medeiros Fadoni

    1. Qual é a principal característica definidora do Estado?
    O Estado é essencialmente um agente de controle social, tem poder para regular as relações entre todos os membros da sociedade.

    2. Explique as diferenças entre Estado e nação.
    Estado é a parte responsável por leis, problemas sociais (como saúde), impostos, etc.., nação é o conjunto de pessoas ligadas entre si por laços permanentes de idioma, tradições, costumes e valores; e não é necessário estado para uma nação existir.

    3. Explique os componentes mais importantes do Estado e qual sua importância para a sociedade.

    Território: Área que o estado exerce sua jurisdição, é importante pois quanto maior mais população cabe, mais obras podem ser feitas, e também pode ser plantado mais.

    População: São os habitantes do território, são as pessoas que vivem ali, portanto são a prioridade, sendo eles o motivo do estado existir.

    Instituições políticas: São importantes pois elas quem resolvem os problemas em geral, sendo da política ou da população.

    ResponderExcluir
  26. 1- A característica mais marcante de um Estado é sua forma de governar, já que não tem a intervenção do povo (nação), podendo usar até mesmo a força para governar. Essa característica só começa a ser quebrada quando surge o Estado-nação, porém este tem a ajuda do povo, e o Estado não. (pode-se dizer que o Estado é independente, já que não conta com a ajuda do povo)
    2- O Estado se compunha de pessoas e grupos sociais bastante diferentes quanto às suas origens, línguas, hábitos, etc, e nada mais era do que uma forma de governo para controlar um território, onde a autoridade poderia usar a força para impor suas vontades (se necessário).. Isso antes do século XVIII, pois, quando surgem os direitos de cidadania, é que surge a nação, que seria assim chamada mais como um sinônimo para "povo", assim sendo, pode-se dizer que nação é "quem" habita um local onde há um Estado. Assim sendo, hoje podemos chamar a forma de governo de muitos locais como Estado-nação, já que o povo (nação) também ajuda a governar (votando, usando seus direitos...)
    3- Para o Estado acontecer é necessário ter um local, ter pessoas nesse local (povo) e é necessário ser soberano, já que a principal característica do Estado é sua forma de governo. O local é onde o Estado irá impor seu poder, onde irá controlar. As pessoas, pois,para haver Estado tem que ter alguém em algum local, já que você vai impor algo sobre estes, para governar e controlá-los.
    Aluna: Melissa Ebara nº26

    ResponderExcluir
  27. Guilherme Seugling27 de junho de 2012 17:34

    1 - O Estado é responsável pela organização e pelo controle social, pois detém, segundo Max Weber, o monopólio da violência legítima (coerção, especialmente a legal). Em virtude de seu monopólio da força legítima, o Estado detém o poder supremo na sociedade, ele reserva para si o direito de impor e de obrigar aqueles que discordam de suas decisões a cumprirem a lei. Qualquer outro uso da força ou coerção, por bandos criminosos, soldados amotinados, grupos rebeldes – é ilegítimo e coibido pelo Estado. Quando o Estado não consegue eliminar tais focos de violência e desrespeito à lei, perde sua característica principal, a de fazer cumprir a lei e, em longo prazo, corre o risco de deixar de existir.

    2- É a reunião de pessoas, geralmente do mesmo grupo étnico, falando o mesmo idioma e tendo os mesmos costumes, formando assim, um povo, cujos elementos componentes trazem consigo as mesmas características étnicas e se mantêm unidos pelos hábitos, tradições, religião, língua e consciência nacional.

    3- Território: constitui sua base física, sobre a qual ele exerce sua jurisdição;
    População: é composta pelos habitantes do território que forma a base física e geográfica do Estado;
    Instituições políticas – Entre estas sobressaem os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário; o núcleo do poder do Estado, contudo, está nas mãos do governo – grupo de pessoas colocadas à frente dos órgãos administrativos e que exercem temporariamente o poder público em nome da sociedade.



    FILOSOFIA

    O racionalismo de Descartes se distingue muito do de Leibniz, o empirismo de Hume do de Locke. De grosso modo pode-se dizer: Enquanto o racionalismo afirma que a razão pura (a razão sem influência dos sentidos empíricos) é a maior (ou única) fonte do conhecimento, o empirismo, pelo contrário, afirma que todo nosso conhecimento é adquirido pelos sentidos empíricos,( visão, audição e tato)...
    Essa tensão foi o ponto de partida da filosofia de Kant, que tentou conciliar os dois lados. Mas isso tornou a filosofia Kantiana cheia de tensões, que Hegel tenta levar às ultimas consequências no seu sistema dialético. Até a filosofia contemporânea bebeu das duas fontes: no empirismo lógico do círculo de Viena também se procurou conciliar as duas coisas: a lógica é dada imediatamente (inata) à razão, os dados, com os quais a razão lógica trabalha é, por outro lado, material obtido através dos sentidos.

    ALUNO: GUILHERME SEUGLING 13.

    ResponderExcluir
  28. 1- O Estado é a nação com um conjunto de instituições políticas, entre as quais um governo. Mas Estado é diferente de governo: Estado é uma instituição social permanente; governo é um componente transitório do Estado. Assim, pode-se dizer que “o governo muda, mas o Estado continua”.

    2- Estado: É a pessoa jurídica formada por uma sociedade que vive num determinado território e subordinada a uma autoridade soberana. Trata-se do conjunto de poderes políticos e administrativos de uma nação.

    Nação: Agrupamento humano, cujos membros, fixados em um território, são ligados por laços históricos, culturais, econômicos e lingüísticos.

    3- Poder centralizado- Legislativo, Judiciário e Executivo; Delimitaçoes de Fronteiras; Racionalizaçao das formas de Governar. O estado tem o poder de escolha, do melhor para a sociedade, com os tres poderes ele tem o dever de exercer a justiça para todos e garantir seus direitos.

    ResponderExcluir
  29. Estado: É a pessoa jurídica formada por uma sociedade que vive num determinado território e subordinada a uma autoridade soberana. Trata-se do conjunto de poderes políticos e administrativos de uma nação.

    Nação: Agrupamento humano, cujos membros, fixados em um território, são ligados por laços históricos, culturais, econômicos e lingüísticos.

    Joao pedro cobianchi bueno n: 17

    ResponderExcluir
  30. Nas democracias representativas, o poder do Estado tem por base uma Constituição livremente elaborada e aprovada por uma assembléia de pessoas eleitas com essa finalidade, a Assembleia Constituinte. O Estado assim organizado é chamado de Estado de direito, pois nele ninguém está acima da lei. O poder nesse tipo de Estado não está centralizado nas mãos de um único governante, nem mesmo de um só conjunto de instituições. Na verdade, ele se distribui entre conjuntos, que integram a instituição maior do Estado. São eles, os poderes executivo (governo, administração pública, forças armadas), Legislativo (Congresso nacional, Assembleias Legislativas e câmaras de Vereadores); e Judiciário (órgãos da justiça).
    Em virtude de seu monopólio da força legítima, o Estado detém o poder supremo na sociedade. Ele reserva para si o direito de impor e de obrigar aqueles que discordam de suas decisões a cumprirem a lei. Qualquer outro uso da força ou coerção, por bandos criminosos, soldados amotinados, grupos rebeldes – é ilegítimo e coibido pelo Estado. Quando o Estado não consegue eliminar tais focos de violência e desrespeito à lei, perde sua característica principal, a de fazer cumprir a lei e, a longo prazo, corre o risco de deixar de existir. Isso ocorre, sobretudo quando ele não consegue debelar uma revolução ou uma insurreição, ou quando não pode impedir que certas áreas de seu território fiquem à mercê de bandidos, como acontece hoje nas favelas do Rio de Janeiro.

    Arthur Amarante nº03

    ResponderExcluir
  31. 1-A principal característica do Estado seria fazer o cumprimento da lei, sem isso ele poderia deixar de existir.
    2-Estado é um espaço territorial representado por um governo, dentro dele pode haver um conjunto de nações;
    Nação: conjunto de indivíduos de mesma cultura que ocupa ou não um determinado espaço territorial. A nação é governada pelo Estado.
    3-O território seria a área onde se localiza o Estado, é nele que o Estado exerce suas funções.
    População: seria o conjunto de habitantes do território, forma a base física e geográfica do Estado,é a principal parte do Estado. Essa população forma as diferentes nações.
    Instituições Políticas: a divisão do poder em Executivo, Legislativo e Judiciário. O núcleo do poder do Estado esta na mão do governo. Os governantes desses 3 poderes exercem durante um tempo o cargo (que é publico) representando a sociedade.
    Andreza Maria Vieira nº36

    ResponderExcluir
  32. 1- O Estado de divide em cinco partes. Uma delas é o Estado Liberal, na qual começa surgir um aumento populacional que resultou na falta de terras, o Estado deve surgir para garantir a propriedade privada.
    2- A Nação é o conjunto de pessoas ligadas entre si por laços permanentes de idioma, tradições, costumes e valores. constituindo a soberania e sobretudo a pátria de um Estado.
    Pode-se definir como Estado, várias nações politicamente organizadas. É o organismo administrativo, dirigido por um governo próprio e é internacionalmente reconhecido.
    3- Território, população e instituição política
    - Território: delimita as fronteiras a qual o estado tem poder e controle. Um território delimitado composto por um governo e uma população de composição étnico-cultural coesa, quase homogénea, sendo esse governo produto dessa mesma composição. Isto ocorre quando as delimitações étnicas e políticas coincidem.
    - População: População é o número total de pessoas que vivem em uma área geográfica específica em um momento específico.
    - Instituição Política: Instituições políticas podem ser compreendidas como todo órgão destinado a incorporar física e jurídicamente as regras que regem o jogo político.Sendo elas poder jurídico, legislativo e executivo.

    Heloísa Silva Melchior 3MA n.14

    ResponderExcluir
  33. Estado: comunidade humana fixada num território e que, dentro das suas fronteiras, institui uma forma de organização do poder político soberano com o fim de garantir a segurança, a justiça e o bem-estar económico e social.
    A Divisão tradicional dos poderes do Estado Liberal sao: Legislativa, Executiva e a Judicial
    a função do estado contemporâneo é promover a paz social, gerindo a administração pública e aplicando os recursos na satisfação das necessidades colectivas (politica)
    promover a melhoria das condições de vida e de bem-estar da população(social)
    pretende-se que estabilize a economia e garanta o seu bom funcionamento, promova o crescimento e desenvolvimento econômico(econômica)
    O Estado deve garantir a eficiência estabilidade e a igualdade de todas as pessoas.
    A nação forma o estado. Nação sao todas as pessoas que, resumindo, sao tributadas, pagam tudo o que consomem, bebem, comem, vestem, usam, etc.
    LINDO.
    foi mal a demora pra enviar. pc tava estragado, tentei fala com voce no face mais nao respondeu. comentário de filo ta lá também. falo viado

    ResponderExcluir